Dez criminosos vestidos com macacões vermelhos – traje característico da série – tentaram explodir um caixa eletrônico no Chile; emissora repercutiu caso

Share This:

Algumas séries penetram tão rapidamente o imaginário popular que chegam a ser usadas como inspiração para as mais diversas ações cotidianas. É o caso da série “La Casa de Papel”, disponível na Netflix. Se nos blocos de Carnaval brasileiro, a produção virou até fantasia, no Chile a “brincadeira” chegou mais longe.

Como noticiou o jornal La Cuarta, um grupo de dez criminosos vestidos com macacões vermelhos – mesmo traje de personagens da série – tentou explodir um caixa eletrônico de uma agência no bairro de Maipu, em Santiago, capital do país. Apesar da semelhança com a ficção, contudo, os suspeitos não usavam a máscara do pintor espanhol Salvador Dali, outro adereço característico da série.

Segundo a polícia local, o alarme do caixa eletrônico soou imediatamente e a polícia chegou ao local em menos de um minuto, o que impediu que os assaltantes levassem o dinheiro. Durante a fuga, os criminosos teriam trocado disparos com os agentes. Um dos ladrões foi atingido e levado ao hospital. Ao menos dois suspeitos foram presos.

A repercussão do caso chegou às redes sociais da emissora Antena 3, que transmite a série na Espanha. “A influência da série atinge limites inimagináveis: tentaram roubar um caixa no Chile, disfarçados de #LaCasaDePapel”, compartilhou a página do canal no Twitter.

Vale lembrar que, apesar de ser uma produção sobre crime, “La Casa de Papel” traz uma série de lições de liderança e negociação. Ou seja, o aprendizado que se pode tirar da trama depende de cada um.

Redação com Exame.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido!!